Citeforma e Siemens Firmam Acordo de Parceria

Citeforma e Siemens Firmam Acordo de Parceria

Formandos dos cursos de Gestão de Redes e Programação encontram-se a realizar estágio de formação prática em contexto de trabalho na Siemens.

Ao abrigo de um acordo de parceria celebrado com a Siemens, um grupo de formandos dos Cursos de Especialização Tecnológica das áreas de Gestão de Redes e de Programação do Citeforma integrou, em junho, nesta empresa, um estágio de formação prática em contexto de trabalho.

A especial preparação dos formandos para a sua integração nesta empresa foi muito positivamente considerada pelo Citeforma, na celebração desta parceria.
No contexto dessa preparação, os formandos tiveram um primeiro contacto com a realidade laboral da empresa, ainda antes da conclusão da formação presencial, que visou a aquisição e o desenvolvimento de competências técnicas, relacionais e organizacionais relevantes para a qualificação profissional de todos os participantes na ação de formação, independentemente da sua empresa de destino.
O período de estágio de formação prática em contexto de trabalho tem a duração de 400 horas e, no caso dos formandos encaminhados para a Siemens, envolve a sua integração em diversas áreas específicas da empresa.

Os formandos dos cursos de Técnico Especialista em Gestão de Redes e Sistemas Informáticos e Técnico Especialista em Tecnologias e Programação de Sistemas de Informação têm, assim a possibilidade, não só de aplicar os conhecimentos teóricos adquiridos em sala, mas acima de tudo, confrontar saberes adquiridos com uma realidade tecnológica avançada. Este período de estágio permite, também, aos formandos, a aquisição de instrumentos e conhecimentos necessários ao seu futuro desempenho profissional.
Os candidatos selecionados integraram equipas de trabalho durante cinco dias por semana e oito horas diárias, devidamente acompanhados por um responsável de estágio designado para o efeito.

 

Cursos de Especialização Tecnológica – O caminho para uma qualificação de nível superior

Nos últimos anos, o Citeforma tem vindo a reforçar a sua oferta formativa na modalidade de CET – Cursos de Especialização Tecnológica. Trata-se de uma aposta na qualificação profissional, que visa conferir também o nível 5 do Quadro Nacional de Qualificações.
Os CET são cursos que visam a preparação dos formandos para uma especialização científico/ tecnológica numa determinada área de formação. A grande vantagem destes cursos é a possibilidade de prosseguir estudos, para o ensino superior, já com equivalência a algumas das disciplinas.
Para o efeito, o Citeforma tem protocolos com diferentes Instituições de Ensino Superior. Assegura assim, que os cursos ministrados, nas diferentes áreas, podem ter continuidade para as respetivas licenciaturas. Os CET constituem por isso uma porta de entrada no ensino superior, uma vez que conferem créditos (ECTS – European Credits Transfer System).

Qual o plano curricular de um CET?

Os CET têm duração, sensivelmente, de um ano. O plano de estudos divide-se em três vertentes: geral e científica, tecnológica e prática e a formação em contexto de trabalho. Para o sucesso desta última, vulgarmente conhecida como estágio, contribui o contacto regular do Citeforma com empresas nas diferentes área. Antes do início de cada curso, são estabelecidos protocolos com empresas idóneas, que se disponibilizam a receber os formandos e desenvolver a sua capacidade de integração no mundo laboral. Esta é a oportunidade para a resolução de problemas em contexto profissional, através da promoção de atividades práticas, relacionadas com os domínios de natureza tecnológica do trabalho em causa.

13 cursos a decorrer em 2019

O Citeforma tem planeadas para decorrer, durante o ano de 2019, treze ações de CET, abrangendo quase 250 formandos. No último quadrimestre do ano, vão iniciar-se ações nas áreas de Gestão de turismo; Contabilidade e fiscalidade; Multimédia; Qualidade, ambiente e segurança, ambiente e segurança; Gestão de redes; e Programação. Estas ações decorrem em horário laboral e estão isentas de custo de inscrição. Destinam-se, tendencialmente, a desempregados, incluindo jovens à procura do primeiro emprego.

CET na área da Contabilidade e Fiscalidade para ativos, em horário pós-laboral

O Citeforma irá avançar, ainda em 2019, com um CET em horário pós-laboral e com isso responder à procura, cada vez mais evidente, de pessoas que pretendem uma formação especializada de nível superior. Para Agostinho Castanheira, Diretor do Citeforma, estes cursos “destinam-se a criar uma janela de oportunidade aos trabalhadores que pretendem evoluir simultaneamente na sua qualificação académica e na sua carreira profissional”. As pessoas podem frequentar o curso em horário pós-laboral, no Citeforma, e depois, se assim o entenderem, continuar para o ensino superior, “já com uma parte relevante do caminho percorrido”.
O curso a iniciar será o de Técnico Especialista em Contabilidade e Fiscalidade, dando continuidade à tradição que o Citeforma tem, na preparação de profissionais na área.
Esta formação terá um custo de inscrição, mas o Citeforma irá tentar que esse custo seja acessível e não constitua em entrave à sua frequência.

Quais as condições de acesso a um CET?

Os candidatos devem ter o ensino secundário completo. Estes cursos são desenvolvidos com base na totalidade do seu referencial, pelo que terão prioridade os candidatos não certificados em qualquer das UFCDs que os integram.

01 agosto 2019

  • logo iefp
  • logo sitese
Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao continuar a navegar está a concordar com a sua utilização. Conhecer Política de Cookies ok
  • logo poise
  • logo lisboa2020
  • logo portugal2020
  • logo gp min solid emprego seg social
  • logo uniao europeia