A Importância do Papel do Formador

A Importância do Papel do Formador

No contexto atual, o papel do Formador é de extrema importância para o desenvolvimento pessoal e profissional dos indivíduos e das organizações. É responsável por transmitir conhecimentos teóricos e práticos, visando a capacitação e a aprendizagem dos indivíduos em diferentes áreas de conhecimento.

Uma das principais razões para a importância do Formador é a constante evolução e transformação do mercado de trabalho. Com o crescimento do uso de novas tecnologias, métodos de trabalho e mudanças na legislação, é fundamental que os profissionais estejam atualizados e com competências para responder às novas exigências do mercado. Competências socio-emocionais, como a liderança, a comunicação e o trabalho em equipa são cada vez mais valorizadas pelas empresas e são essenciais para o sucesso na carreira e na vida pessoal dos profissionais. O Formador pode contribuir para o seu desenvolvimento através de atividades práticas, exercícios ou uma orientação personalizada.

Outra característica importante da função do Formador é a sua capacidade de identificar as necessidades de formação de uma equipa ou organização. Através de uma análise criteriosa das competências e conhecimentos presentes num determinado grupo, este profissional pode identificar lacunas e planear ações específicas para as preencher.

Os benefícios do seu trabalho não se limitam apenas aos profissionais e organizações. A sociedade também beneficia de uma mão de obra mais qualificada e capaz de lidar com os desafios atuais e futuros. Isto pode conduzir a um aumento da competitividade das empresas no mercado, bem como ao aumento do crescimento económico e da qualidade de vida.

No entanto, é importante destacar que o trabalho do Formador não é uma tarefa fácil. É preciso ter um conhecimento aprofundado sobre os temas abordados na formação, além de competências pedagógicas e de comunicação para transmitir as informações de forma clara e objetiva. Assim, o Formador precisa de estar sempre atualizado em relação às tendências e mudanças do mercado de trabalho para oferecer uma formação completa e eficaz.

Lidar com indivíduos com diferentes níveis de conhecimento e competências é outro dos desafios com que o Formador se confronta. Por isso, é importante que saiba adaptar o seu método às necessidades e capacidades de cada um, disponibilizando atividades personalizadas e feedbacks construtivos de forma a garantir um melhor desempenho.

Durante a pandemia os formadores foram forçados a adaptar-se a novos contextos, à medida que as medidas de distanciamento social foram implementadas para conter a propagação do vírus. Muitos centros de formação tiveram de mudar para o formato online, utilizando plataformas de aprendizagem virtual, videoconferência e outras tecnologias digitais. Além da necessidade de adaptação às novas tecnologias e ferramentas para realizar a formação, houve também uma maior ênfase na aprendizagem autónoma, já que os formandos tiveram de assumir mais responsabilidade pelo próprio processo de formação.

Esta acabou por ser também uma fase de grande inovação e criatividade na área da formação e muitos Centros de Formação adotaram novas práticas. A utilização de plataformas online permitiu que os centros de formação atingissem um público mais amplo e diversificado, eliminando barreiras geográficas e reduzindo custos de transporte e acomodação. Além disso, muitos formadores e formandos foram incentivados a experimentar novas formas de aprendizagem e colaboração, o que pode levar a mudanças positivas a longo prazo na forma como a formação é concebida e entregue. O online passou a ser uma realidade e atualmente, preparamo-nos para implementar um sistema hibrido, adaptado à disponibilidade e necessidade específica de cada indivíduo.

Apesar dos desafios, o trabalho do Formador é fundamental para a formação de uma sociedade mais qualificada e preparada para enfrentar os desafios do futuro. Com a constante evolução do mercado de trabalho, é importante que as organizações invistam em formação e na capacitação dos seus colaboradores. Os trabalhadores devem procurar melhorar as suas competências e aprofundar os seus conhecimentos.

No próximo dia 23 de maio o Citeforma irá proporcionar uma reflexão sobre estas e outras questões no webinar Desafios ao papel do formador que irá decorrer entre as 18h30 e as 22h30. Venha ouvir os que os nossos especialistas têm a dizer sobre o assunto.

A participação é gratuita, mas carece de inscrição. Reserve já a sua vaga AQUI.

09 maio 2023

  • logo iefp
  • logo sitese
Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador. A sua não aceitação pode resultar em dificuldade em visualizar/interagir com as páginas da Citeforma. Conhecer Política de Cookies Aceito
  • logo Plano de Recuperação e Resiliência
  • logo poise
  • logo poch
  • logo lisboa2020
  • logo portugal2020
  • min_trabalho
  • logo uniao europeia